Quando as Mónicas partem. (ou Retrato de Mónica – parte 2)

Li o texto da Sophia, que o André reproduziu, sobre a Mónica.
Sophias, Andrés e Mónicas.
Entre personagens, amigos virtuais e escritores reais, onde tudo pode ser concreto ou abstrato, me apego à Monica.
Li e a reconheci na hora. Li  e a revi. Li e vi, tão perto de mim, tantas Mónicas que conheci pelas ruas e pela vida.
Suspirei de tão próxima que me senti da personagem. Como se pudesse vê-la, ali, tão real na minha frente e não na tela.
Suspirei e o André pensou nos últimos dias da Mónica. “Valeu a pena?”, questionou André para Mónica.

E, protegida pela Santa das Ilusões, Mónica acredita que “sim”.
Prometi ao André pensar sobre isso. E reflito.
De fato, André não sabia, que me antecedi ao seu questionamento. Que quando li sobre a Mónica, a vi, como tantas vezes as vi, em seus últimos dias.

Porque, no Reino Onde Tudo é Perfeito, é, (quase) fácil ser como Mónica. Onde tudo funciona perfeito, onde os vestidos são lindos, a disciplina é rígida, onde os móveis são confortáveis, os penteados adequados e a comida saborosa, é, fácil ser Mónica. Nem sempre elas são autênticas. Algumas se misturam, se camuflam, e passam por falsasMónicas .
Você quer testar a perfeição de um Mónica? Sua originalidade? Procure a Mónica em um hospital. Veja uma Mónica doente.
Mónicas não adoecem – ficam enfermas. Mónicas não morrem – elas deixam um legado. Mónicas não ficam internadas. Elas repousam. Se afastam temporariamente.
Já vi algumas mulheres doentes. Algumas morreram. Adoeceram gravemente. E, fiquei surpresa com a força de algumas delas.
Como, mesmo doentes, elas permanecem fortes. Decididas, disciplinadas. Duras, porém sensíveis. Afetuosas.
Mónicas administram a doença como as provas finais de um filho em recuperação ou um marido desempregado – determinadas. Administram o tratamento como administram a casa, a empresa, o casamento, o banco e as obras sociais. Elas continuam. Estão doentes mas continuam. Continuam celebrando a vida, delas, dos filhos, do marido.
Geralmente a Mónica tem pais doentes e que precisam de cuidados, e elas segue cuidando deles e cuidando dela. Cuidam dos filhos. Mónicas não pedem afastamento – elas aumentam a carga horária.
Mónicas fazem quimioterapia. Fazem quimioterapia e continuam sorrindo. E continuam cuidando da casa, das tarefas, programam viagens e festas de aniversários, entre os ciclos de quimio.
Mónicas perdem os cabelos e continuam sorrindo. Geralmente tem uma peruca tão linda, mais bonitas do que o meu cabelo natural mal cuidado. Mónicas continuam com os vestidos impecáveis mesmo emagrecidas, e com saltos altos mesmo sentindo dor.
Você determina os desafios, passa a responsabilidade de caminhar, fazer fisioterapia, comer, se fortalecer para um Mónica e, quando volta no dia seguinte ao hospital, a Mónica está dando voltas no corredor. Ela vira maratonista do corredor do hospital.
Mulheres como a Mónica lutam até o fim pela vida. Aceitam os desafios impostos pela doença. Sabem que não podem desistir. Que são necessárias. Que precisam estar aqui, não por elas, mas pelos filhos, pelo marido, pelos pais, pelos outros. Elas lutam para ficar, não porque tem amor demais por si próprias, mas, tem preocupação com os outros.
Às vezes, vejo uma mulher como Mónica  no hospital, tento passar toda força e positivismo que nem sempre tenho, saio sorrindo e entro no carro e choro. Choro para agradecer pela minha saúde. Choro de vergonha de como posso ser tão fraca, às vezes, e existem mulheres tão fortes, que passam por tanto e tudo.
Essas são Mónicas.
Hoje, perdemos um amigo muito especial. Disseram, que ele lutou, bravamente e sorrindo enquanto pode. Existe a Mónica. E existe o Rafael. Que todos descansem, com a certeza que valeu (muito) a pena.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s